Airbus estuda aumentar o peso máximo de decolagem do A321LR

Segundo as notícias divulgadas pela 'FlightGlobal', a Airbus está a considerar o aumento do peso máximo de decolagem do A321neo acima de 100 toneladas para aumentar o alcance do A321LR.

A Airbus acredita que pode conseguir a melhorar o alcance do movo modelo da família, incorporando mudanças mínimas na estrutura básica do A321LR.

Klaus Roewe, coordenador do programa da família A320, em declarações à 'FlightGlobal', e durante a acerimónia da entrega do primeiro A321LR, disse estar em cima da mesa estudos para a evolução do modelo.

Actualmente o MTOW- Maximum Take-Off Weight (Peso Máximo de Decolagem) do A321neo são de 97 toneladas e com um alcance de 4.000nm ou 7.200Km. Com o estudo para aumentar em 3 toneladas ou mais no MTOW, o A321LR ganharia 700nm ou 1260Km de alcance.

O Airbus A321XLR teria um alcance máximo de 4.700nm ou 8.460Km.

Roewe confirmou à 'FlightGlobal' a designação "A321XLR" para uma versão com alcance estendido do -LR. A aeronave poderia usar a "mesma asa" e provavelmente não precisaria de "mudanças significativas" além do reforço local, incluindo um trem de aterragem reforçado.

O A321neo está equipado com motores CFM International Leap-1A ou Pratt & Whitney PW1100G.

A nova versão poderá usar as mesmas centrais de propulsão, segundo avançou Klaus Roewe. Nas mesmas declarações foi enfatizado que a Airbus está a estudar formas para aumentar a capacidade de combustível, mas apenas no A321LR.